O reggae dos Rolling Stones

“Cherry Oh Baby” foi lançada em 1976 no álbum Black and Blue, marcando um raro retorno do grupo ao mundo dos covers (algo que eles praticamente abandonaram depois dos anos 1960).

A composição é de Eric Donaldson, e data de 1971. A versão dos Stones foi gravada em 1973, nas sessões do álbum Goats Head Soup, na Jamaica.

Ao longo da produção de Black and Blue, a banda pôde fazer o primeiro registro sonoro com o novo guitarrista, Ron Wood, na faixa “Hey Negrita”. Em outros takes, as seis cordas eram revezadas entre os integrantes.

Ouça a versão original de “Cherry Oh Baby”, com Eric Donaldson:

Charlie Watts certa vez declarou:

A influência do Reggae nas músicas de Black And Blue vieram principalmente de Keith (…) Mick certamente estava focado no reggae. Eu tinha todas as gravações (de reggae) comigo quando nos mudamos para a França e quando estávamos gravando faixas para o Exile On Main Street, na casa de Keith. Eu tocaria “Cherry Oh Baby” para ele ou ele a tocaria para mim. The Harder They Come foi um álbum que Keith ouvia muito.

É verdade que a versão dos Stones é meio quadradona, mas vale pela curiosidade. A faixa ainda contou com Mr. Billy Preston nos teclados.

Bônus: Uma raríssima gravação ao vivo da canção, captada em 1976 na França:

Uma rápida história sobre o single “Live Forever”, clássico do Oasis

Image and video hosting by TinyPic

Iniciada por Noel Gallagher ainda nos tempos de Inspiral Carpets (grupo que contava com o futuro guitarrista do Oasis como roadie), “Live Forever” teria sido a composição decisiva para que Liam permitisse a entrada do irmão mais velho em sua banda, além de render um contrato com a Creation Records.

Image and video hosting by TinyPic

Noel escreveu “Live Forever” em seu apartamento, na cidade de Manchester, após ouvir o refrão de “Shine A Light”, faixa da melhor banda de rock do mundo, os Rolling Stones, lançada em 1972 no álbum Exile On Main Street.

Parte da letra de “Live Forever” também faz referência à profissão de Peggy Gallagher (mãe de Noel) que, na época trabalhava, como jardineira.

Image and video hosting by TinyPic

Gravado nos estúdios Clear, em Manchester, “Live Forever” foi o primeiro single do Oasis a figurar parada musical do Reino Unido. Apesar disso, a música nunca deslanchou nos Estados Unidos. Na capa do disquinho, uma fotografia da casa em que John Lennon viveu durante sua infância em Liverpool.

Já o lançamento oficial da canção aconteceu em 8 de agosto de 1994 (um mês antes do álbum Definitely Maybe ver a luz do dia), mas a consagração de “Live Forever” ao longo dos anos só aumentou, fazendo com que a faixa fosse mencionada como a melhor de todos os tempos em várias listas especializadas (alguns exemplos aqui, aqui e aqui).

Image and video hosting by TinyPic

“Live Forever” permaneceu no setlist dos shows feitos pelo Oasis até o fim do grupo, em 2009, o que só comprova a importância da música para a banda. E para os fãs, claro.